Fragmentos Móveis

Cake design quarta-feira, 29 novembro, 2006

Filed under: Amigos — fragmentosmoveis @ 6:34 pm


Tenho uma amiga que mora há anos no Japão e uma linda história de vida.
Conheço-a desde quando era uma menininha, companheira de infância e adolescência de minha irmã. Quando eu as levava naquela época na discoteca para dançar. Quando elas davam bailinhos e saíam da fase meninas para cá, meninos para lá.
Hoje ela inventou de ser Cake Design. Achei ótimo e resolvi postar uma foto de uma de suas produções. Infelizmente não servirá de propaganda para que contratem seus serviços a tão longa distância. Mas vale a cena para matar as saudades dos que a conhecem.
Um beijo para a Elô…

 

Cake design

Filed under: Amigos — fragmentosmoveis @ 6:34 pm
Tags: ,


Tenho uma amiga que mora há anos no Japão e uma linda história de vida.
Conheço-a desde quando era uma menininha, companheira de infância e adolescência de minha irmã. Quando eu as levava naquela época na discoteca para dançar. Quando elas davam bailinhos e saíam da fase meninas para cá, meninos para lá.
Hoje ela inventou de ser Cake Design. Achei ótimo e resolvi postar uma foto de uma de suas produções. Infelizmente não servirá de propaganda para que contratem seus serviços a tão longa distância. Mas vale a cena para matar as saudades dos que a conhecem.
Um beijo para a Elô…

 

Deus

Filed under: Uncategorized — fragmentosmoveis @ 5:20 pm

Para Deus não há impossíveis” (Jo)

Deus tem ouvido minhas orações” (Léa)

 

Declaração em mandarim chinês terça-feira, 28 novembro, 2006

Filed under: Amor — fragmentosmoveis @ 12:10 am

Hoje faz 11 anos e 9 meses que eu te amo… Saída de dentro de mim como os poemas que escrevo desde os 11 anos. Um poema lindo que ainda não sei de cor, mas não canso de ler e ajudar a se escrever. Um poema bem independente desde pequenininho, que já quer fazer rimas sozinho.

Eu te amo … Em Mandarin chinês… Wo ai ni… Em Swahili… Ninapenda wewe… Em Yoruba… Mo ni fe… em todas as línguas do mundo.

Eu te amo, minha filha.

(Veja como é Eu te amo em 100 línguas do mundo)

 

Declaração em mandarim chinês

Filed under: Amor — fragmentosmoveis @ 12:10 am

Hoje faz 11 anos e 9 meses que eu te amo… Saída de dentro de mim como os poemas que escrevo desde os 11 anos. Um poema lindo que ainda não sei de cor, mas não canso de ler e ajudar a se escrever. Um poema bem independente desde pequenininho, que já quer fazer rimas sozinho.

Eu te amo … Em Mandarin chinês… Wo ai ni… Em Swahili… Ninapenda wewe… Em Yoruba… Mo ni fe… em todas as línguas do mundo.

Eu te amo, minha filha.

(Veja como é Eu te amo em 100 línguas do mundo)

 

Carta a Yara Camillo segunda-feira, 27 novembro, 2006

Filed under: Amigos,Literatura — fragmentosmoveis @ 12:01 pm
Tags: ,

Yarita

Recebi o e-mail sobre a 1ª Mostra Internacional de Literatura. Foi devidamente comunicada na comunidade Yara Camillo do Orkut.

Eu fui pensando… Diadema é longe para ir num dia de semana à noite, mas vou fazer um esforço de ir lá. Mesmo porque a Yara deve estar metida numa dessas mesas de discussão literária e vou adorar vê-la, ouví-la. E eis que a encontrei no dia 28, na mesa das 20h, em homenagem a Caio Fernando Abreu… mas a Lívia achou de nascer nesse dia há 11 anos atrás e já tinha combinado comigo e o pai outras comemorações para essa data. Então, não poderei estar lá. É uma pena.

Em Diadema também eu me recordaria de uns dias há muitos anos atrás quando eu me apresentava com o grupo Preto Branco e Azul também, fazendo recitais poéticos com o rosto pintado no Teatro de lá e nos parques municipais de São Paulo lá por 1985, 86.
Aquele poemeto que mandei para a Pandorga Ilustrada e você gostou foi assim coreograficamente bradado para os diademenses.

Que a noite de amanhã seja muito agradável e que você deleite seus ouvintes.

Até dia desses. Beijão.

 

>O sucesso do You Tube sexta-feira, 24 novembro, 2006

Filed under: Tendências Digitais — fragmentosmoveis @ 10:17 pm

>

Não é à toa o sucesso do YouTube no Brasil. Encontrou-se aqui um ambiente receptivo que já acolheu a bolha da Internet, já absorveu os provedores gratuitos e pagos, já incorporou o Orkut ao lado do e-mail e dos comunicadores instantâneos.

A massificação do acesso à criação de vídeos através de câmeras digitais, celulares, palm tops deve contribuir com isso. Antes apenas uns poucos tinham filmadoras, com fitas 8 mm. Antes ainda só os cineastas podiam andar com uma idéia na cabeça e uma filmadora no ombro.

Agora é divertido filmar cenas cotidianas, flagrantes. É curioso ver imagens dos outros. Então vamos ver o vídeo que estão nos dando para ver de graça no YouTube.

Tem coisas novas como os escândalos com as celebridades no fim de semana.

Tem coisas velhas como cenas p&b do programa de Silvio Santos provavelmente na década de 80 mostrando uma criança da platéia contando uma piada suja e o deixando-o sem graça. Virou hit de acessos.

Mas tem muito mais, dependendo do interesse de cada um.

Curiosidades como os “diários faciais”, feitos com a sobreposição de fotos usando a técnica “time lapse”, que mostram a transformação de pessoas durante anos.

E o que é mais interessante: também é possível ter acesso a informações e imagens totalmente fora da mídia comercial, como o que está acontecendo no México, com a revolta popular na cidade de Oaxaca e a instalação do governo paralelo de López Obrador, o presidente legítimo versus o presidente legal Cardenas.