Fragmentos Móveis

"Desconcertos" na Casa das Rosas terça-feira, 23 janeiro, 2007

Filed under: Amigos,Arte,Literatura — fragmentosmoveis @ 4:59 pm


Os DESCONCERTOS NA PAULISTA são encontros com os autores que estão escrevendo a moderna prosa brasileira. Encontros mensais de uma hora de duração onde o escritor convidado lê um texto de sua própria autoria, um texto de algum autor clássico que tenha sido importante para sua literatura, e ainda apresenta um novo escritor. Seguido por um bate-papo descontraído e informal.

Desconcertos na Paulista com YARA CAMILLO, Sábado, dia 27 de janeiro de 2007, a partir das 18:00

Casa das Rosas
, Avenida Paulista, 37, do lado da estação Bridadeiro do metrô.

Anúncios
 

"Desconcertos" na Casa das Rosas

Filed under: Amigos,Arte,Literatura — fragmentosmoveis @ 4:59 pm
Tags: ,


Os DESCONCERTOS NA PAULISTA são encontros com os autores que estão escrevendo a moderna prosa brasileira. Encontros mensais de uma hora de duração onde o escritor convidado lê um texto de sua própria autoria, um texto de algum autor clássico que tenha sido importante para sua literatura, e ainda apresenta um novo escritor. Seguido por um bate-papo descontraído e informal.

Desconcertos na Paulista com YARA CAMILLO, Sábado, dia 27 de janeiro de 2007, a partir das 18:00

Casa das Rosas
, Avenida Paulista, 37, do lado da estação Bridadeiro do metrô.

 

>Enquanto isso na Argentina – II sexta-feira, 12 janeiro, 2007

Filed under: Buenos Aires,Imprensa — fragmentosmoveis @ 7:13 pm

>Ler post anterior
Parapeito de papel: Enquanto isso na Argentina

Hoje a Globo News repercutiu a manchete do Clarim sobre o pedido de prisão da ex-presidente Isabelita Perón. Aqui é difícil acompanhar em detalhes o que ocorre em outros países. Este é mais um exemplo. Enquanto estive lá, li que sua gestão está sendo investigada e já haviam denúncias sobre seus principais assessores (corrupção, desvio de verbas e atrocidades). Em breve esperava-se que ela seria atingida. A matéria no jornal dava mais destaque, no entanto, à sua solidão, ressaltando o fato de que nem as amigas a visitavam mais.
Certamente, não basta nos basear na leitura da grande imprensa local para termos mais informações do que ocorre no mundo. Há que se percorrer um caminho mais árduo de buscar a imprensa alternativa e além do mais discernir quem é quem. Não é fácil. Dá trabalho. Por isso nos acomodamos à leitura filtrada que nos é proporcionada pela nossa própria imprensa.
Mas, enfim, o interessante de buscar a imprensa alternativa – imprensa ou online, é que tentamos escapar das versões oficiais.
Há muitos anos, ouvi num curso de História da Arte, do prof. da USP Nicolau Cevcencko, que a história da arte é, no fundo, a história dos vencedores, uma vez que só foram preservadas as obras consideradas de valor pela classe dominante. A versão oficial da arte, sob o ponto de vista dos vencedores.

 

Enquanto isso na Argentina – II

Filed under: Buenos Aires,Imprensa — fragmentosmoveis @ 7:13 pm

Ler post anterior
Parapeito de papel: Enquanto isso na Argentina

Hoje a Globo News repercutiu a manchete do Clarim sobre o pedido de prisão da ex-presidente Isabelita Perón. Aqui é difícil acompanhar em detalhes o que ocorre em outros países. Este é mais um exemplo. Enquanto estive lá, li que sua gestão está sendo investigada e já haviam denúncias sobre seus principais assessores (corrupção, desvio de verbas e atrocidades). Em breve esperava-se que ela seria atingida. A matéria no jornal dava mais destaque, no entanto, à sua solidão, ressaltando o fato de que nem as amigas a visitavam mais.
Certamente, não basta nos basear na leitura da grande imprensa local para termos mais informações do que ocorre no mundo. Há que se percorrer um caminho mais árduo de buscar a imprensa alternativa e além do mais discernir quem é quem. Não é fácil. Dá trabalho. Por isso nos acomodamos à leitura filtrada que nos é proporcionada pela nossa própria imprensa.
Mas, enfim, o interessante de buscar a imprensa alternativa – imprensa ou online, é que tentamos escapar das versões oficiais.
Há muitos anos, ouvi num curso de História da Arte, do prof. da USP Nicolau Cevcencko, que a história da arte é, no fundo, a história dos vencedores, uma vez que só foram preservadas as obras consideradas de valor pela classe dominante. A versão oficial da arte, sob o ponto de vista dos vencedores.

 

Enquanto isso na Argentina – II

Filed under: Buenos Aires,Imprensa — fragmentosmoveis @ 7:13 pm

Ler post anterior
Parapeito de papel: Enquanto isso na Argentina

Hoje a Globo News repercutiu a manchete do Clarim sobre o pedido de prisão da ex-presidente Isabelita Perón. Aqui é difícil acompanhar em detalhes o que ocorre em outros países. Este é mais um exemplo. Enquanto estive lá, li que sua gestão está sendo investigada e já haviam denúncias sobre seus principais assessores (corrupção, desvio de verbas e atrocidades). Em breve esperava-se que ela seria atingida. A matéria no jornal dava mais destaque, no entanto, à sua solidão, ressaltando o fato de que nem as amigas a visitavam mais.
Certamente, não basta nos basear na leitura da grande imprensa local para termos mais informações do que ocorre no mundo. Há que se percorrer um caminho mais árduo de buscar a imprensa alternativa e além do mais discernir quem é quem. Não é fácil. Dá trabalho. Por isso nos acomodamos à leitura filtrada que nos é proporcionada pela nossa própria imprensa.
Mas, enfim, o interessante de buscar a imprensa alternativa – imprensa ou online, é que tentamos escapar das versões oficiais.
Há muitos anos, ouvi num curso de História da Arte, do prof. da USP Nicolau Cevcencko, que a história da arte é, no fundo, a história dos vencedores, uma vez que só foram preservadas as obras consideradas de valor pela classe dominante. A versão oficial da arte, sob o ponto de vista dos vencedores.

 

Grávidas

Filed under: Uncategorized — fragmentosmoveis @ 3:48 pm


Minhas lindas amigas quando grávidas
O filho nasce, a foto persiste no Perfil
como a querer eternizar o momento único.

 

Enquanto isso na Argentina – II

Filed under: Uncategorized — fragmentosmoveis @ 2:13 pm
Tags: ,

Ler post anterior
Parapeito de papel: Enquanto isso na Argentina

Hoje a Globo News repercutiu a manchete do Clarim sobre o pedido de prisão da ex-presidente Isabelita Perón. Aqui é difícil acompanhar em detalhes o que ocorre em outros países. Este é mais um exemplo. Enquanto estive lá, li que sua gestão está sendo investigada e já haviam denúncias sobre seus principais assessores (corrupção, desvio de verbas e atrocidades). Em breve esperava-se que ela seria atingida. A matéria no jornal dava mais destaque, no entanto, à sua solidão, ressaltando o fato de que nem as amigas a visitavam mais.
Certamente, não basta nos basear na leitura da grande imprensa local para termos mais informações do que ocorre no mundo. Há que se percorrer um caminho mais árduo de buscar a imprensa alternativa e além do mais discernir quem é quem. Não é fácil. Dá trabalho. Por isso nos acomodamos à leitura filtrada que nos é proporcionada pela nossa própria imprensa.
Mas, enfim, o interessante de buscar a imprensa alternativa – imprensa ou online, é que tentamos escapar das versões oficiais.
Há muitos anos, ouvi num curso de História da Arte, do prof. da USP Nicolau Cevcencko, que a história da arte é, no fundo, a história dos vencedores, uma vez que só foram preservadas as obras consideradas de valor pela classe dominante. A versão oficial da arte, sob o ponto de vista dos vencedores.