Fragmentos Móveis

O avanço da gripe A ("gripe suína") no Brasil quinta-feira, 18 junho, 2009

Filed under: Informação,Saúde Pública — fragmentosmoveis @ 1:44 am
Tags: ,

Na falta de poder consultar uma fonte que consolidasse a evolução da gripe A H1N1 – que boa parte da mídia continua a chamar de gripe suína, apesar da nova denominação adotada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) – resolvi fazer eu mesma uma compilação de dados.
Consultando os principais portais de internet e vendo a inconstância e inconsistência de informações, fui também à fonte oficial dos informes do Ministério da Saúde.

O quadro atual no Brasil é o seguinte:


29/Abr 08/Mai 21/Mai 28/Mai 05/Jun 09/Jun 11/Jun 12/Jun 13/Jun 14/Jun 15/Jun 16/Jun 17/Jun
SP 0 2 3 6 13 17 20 20 23 23 27 27 34
SC 0 0 1 2 5 6 10 10 10 17 17 19 24
MG 0 1 1 1 1 1 4 5 5 9 9 11 14
RJ 0 1 3 4 7 9 10 10 10 10 10 11 13
TO 0 0 0 0 2 3 4 4 4 4 4 4 4
DF 0 0 0 0 0 1 1 1 2 2 3 3 3
MT 0 0 0 0 2 2 2 2 2 2 2 2 2
BA 0 0 0 0 0 0 0 1 1 1 1 1 1
RS 0 0 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
TOTAL 0 4 9 14 31 40 52 54 58 69 74 79 96














MORTES 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
SUSPEITOS 36 30 14 20 42 49 55 70 73 68 79 96 80
DESCARTADOS 0 113 288 322 405 425 446 454 462 466 480 490 510

Ver quadro completo.

HISTÓRICO

A atual pandemia é a primeira em 41 anos. Segundo a Folha Online, de 11/06/09:

No século 20, ocorreram três pandemias no mundo. A primeira surgiu em 1918, e ficou conhecida como gripe espanhola. Ela é apontada como a mais devastadora de todos os tempos. Historiadores estimam que o vírus matou entre 20 milhões e 100 milhões de pessoas em diversos países do mundo. Também conhecida como peste pneumônica, a doença teve o primeiro caso foi confirmado em março daquele ano nos Estados Unidos. No mês seguinte, tropas francesas, britânicas e americanas localizadas na França desenvolveram sintomas do problema. Em maio, o vírus havia avançado para Grécia, Espanha e Portugal. Em agosto, a população da Suécia e dos Países Baixos foi afetada. A gripe espanhola também chegou ao Oriente, a países como a China e a Índia.
Em 1957, surgiu a gripe conhecida como asiática. As primeiras vítimas do vírus H2N2 foram confirmadas na China. Em apenas dois meses, a doença havia se espalhado para todo o Oriente, seguindo depois para África, Europa e América. Em dez meses, todas as regiões do planeta registravam casos da doença. O nível de pandemia foi atingido rapidamente por causa, entre outros fatores, da rapidez das viagens internacionais. Segundo a OMS, essa gripe, que pode ter contaminado até 80% da população mundial, fez 2 milhões de vítimas.
A última pandemia do século 20 ficou conhecida como Gripe de Hong Kong, porque surgiu no país asiático no ano de 1968, causada por uma nova variação do vírus Influenza A. Embora a gripe tenha demorado para atingir outras regiões do planeta, aproximadamente meio milhão de pessoas morreu. O número é bem menor do que a pandemia anterior, graças ao rápido isolamento das vítimas e à evolução dos antibióticos. A pandemia de gripe suína é a primeira do século 21. No entanto, nesta década, algumas doenças assustaram o mundo, mas não passaram do nível de alerta. Entre elas estão a Sras (síndrome respiratória aguda grave), em 2003, e a gripe aviária (H5N1), cujo surto ocorreu em 2005.

CRONOLOGIA

  • 29/04 – OMS elevou o nível de alerta de pandemia de gripe de 4 para 5
  • 30/04 – OMS rebatiza a gripe suína para “gripe A (H1N1)”
  • 06/05 – México (822 /29 mortos); EUA (403 casos / 1 morto); Canadá (165 casos / 0 mortos)
  • 18/05 – Vírus da nova gripe no Brasil é similar geneticamente ao que circula no exterior
  • 05/06 – México (5563 /103 mortos); Canadá (1795 casos / 3 mortos); EUA (1105 casos / 17 mortos);
  • 11/06 – OMS decide elevar do nível 5 para 6, o máximo na escala de alerta de pandemias. O termo tem relação apenas com a ampla distribuição geográfica do vírus, e não com a sua periculosidade.
  • 12/06 – Novartis anuncia a primeira vacina contra a gripe suína. A OMS registra que ao menos 29.669 pessoas, de 74 países, já contraíram gripe suína.
  • 16/06 – EUA (17.855 casos / 45 mortos); México (6.241 /108 mortos); Canadá (2978 casos / 4 mortos); Chile (1694 casos / 2 mortos)
  • 16/06 – OMS divulga balanço de 35.928 casos e 163 mortes, tendo atingido 82 países. O Instituto Adolfo Lutz, de SP, anunciou detecção de mutação do vírus em São Paulo após isolamento e sequenciamento.
  • 17/06 – O laboratório farmacêutico francês Sanofi Aventis anunciou nesta quarta-feira que irá doar 100 milhões de doses da vacina contra a gripe suína. A Novartis (suíça) disse que não vai distribuir a vacina gratuitamente aos países mais pobres. A OMS apela para a “solidariedade” da indústria farmacêutica. Total de 39.017 casos e 172 mortes no mundo.

NOTA:
A letalidade em casos confirmados laboratorialmente é de: no mundo 0,44%, Colômbia 2,22%, México 1,70%, Guatemala 0,84%, República Dominicana 1,07%, Costa Rica 0,67%, Estados Unidos 0,25%, Canadá 0,20%, Argentina 0,54%, Chile 0,09% e Reino Unido (Escócia) 0,07%.

Leia mais:
Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas no site do Ministério da Saúde
Recomendações do Ministério aos viajantes que se destinam aos países afetados
Recomendações do Ministério aos viajantes procedentes de países afetados

Plano de Contigência Brasileiro para uma possível Pandemia

 

Ato Público sendo chamado segunda-feira, 4 maio, 2009

Filed under: Informação,Internet,Política — fragmentosmoveis @ 7:50 pm
Tags: , ,

Circulando pela Internet:

A Internet é uma rede de comunicação aberta e livre. Nela, podemos criar conteúdos, formatos e tecnologias sem a necessidade de autorização de nenhum governo ou corporação. A Internet democratizou o acesso a informação e tem assegurado práticas colaborativas extremamente importantes para a diversidade cultural. A Internet é a maior expressão da era da informação.

A Internet reduziu as barreiras de entrada para se comunicar, para se disseminar mensagens. E isto incomoda grandes grupos econômicos e de intermediários da cultura. Por isso, se juntam para retirar da Internet as possibilidades de livre criação e de compartilhamento de bens culturais de de conhecimento.

Um projeto de lei do governo conservador de Sarkozi tentou bloquear as redes P2P na França e tornar suspeitos de prática criminosa todos os seus usuários. O projeto foi derrotado.

No Brasil, um projeto substitutivo sobre crimes na Internet aprovado e defendido pelo Senador Azeredo está para ser votado na Câmara de Deputados. Seu objetivo é criminalizar práticas cotidianas na Internet, tornar suspeitas as redes P2P, impedir a existência de redes abertas, reforçar o DRM que impedirá o livre uso de aparelhos digitais. Entre outros absurdos, o projeto quer transformar os provedores de acesso em uma espécie de polícia privada. O projeto coloca em risco a privacidade dos internautas e, se aprovado, elevará o já elavado custo de
comunicação no Brasil.

Gostaríamos de convidá-lo a participar do ato público que será realizado no dia 14 de maio, às 19h30, em defesa da

LIBERDADE NA INTERNET
CONTRA O VIGILANTISMO NA COMUNICAÇÃO EM REDE
CONTRA O PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO DO SENADOR AZEREDO

O Ato será na Assembléia Legislativa de São Paulo e será transmitido em streaming para todo o país pela web.

PLENÁRIO FRANCO MONTORO
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE SÃO PAULO
AV PEDRO ALVARES CABRAL S/N – IBIRAPUERA

O Ato também terá cobertura em tempo real pelo Twitter e pelo Facebook.

Contamos com a sua presença.

Comitê Organizador”

 

Twitter: agora e de agora em diante terça-feira, 28 abril, 2009

Filed under: Parapeito de Papel — fragmentosmoveis @ 10:58 pm
Tags: , ,


No ano passado abri uma conta no Twitter, com disposição de experimentar esse veículo do qual a mídia começava a falar. A correria do fim de ano não me deixou escrever quase nada, só um texto antecipando a proximidade de minha cirurgia de miopia.
Agora, com o incentivo do convite de um amigo para seguí-lo no Twitter, além de atender seu pedido, comecei a escrever e a ter seguidores.
A cada dia uns 3 textos e 1 seguidor a mais…

Além de nossos 140 envolventes caracteres, há várias coisas interessantes acontecendo que envolvem o Twitter. Para listar algumas:

  • O Twitter ajudou a tirar um estudante da prisão no Egito, preso fotografando uma manifestação. Ele reagiu rapidamente enviando a palavra “preso” para o Twitter pelo celular.
  • Um autor brasileiro adaptará o livro “Santos Dumont número 8” para o Twitter. A narrativa será fragmentada através de 7 perfis fictícios. Um novo neologismo surge: a twitterização.
  • Após atacar o Twitter, um kacker de 17 anos ganhou um emprego no site, na área de segurança de uma empresa que desenvolve aplicativos.
 

O custo da Reforma Ortográfica segunda-feira, 26 janeiro, 2009

Filed under: Educação,Informação — fragmentosmoveis @ 12:12 pm
Tags: ,

Apesar da reforma ter sido aprovada internacionalmente em 1991 e sancionada em 2008, só agora os brasileiros começarão a sentir o preço do novo aprendizado na mente e no bolso.

Além de ter que se costumar a escrever 0,5% das palavras de forma diferente, as placas e fachadas terão que ser atualizadas. O prazo é 2012, mas alguns já estão gastando dinheiro agora para a atualização.

O vídeo mostra exemplos práticos das alterações necessárias no comércio e órgãos públicos.

Pelo menos agora não vou mais esquecer que Assembleia e Estreia não têm mais acento, que Ultrassonografia, Seminovos e Autopeças agora se escreve sem hífen.

As próximas providências serão: ter em mãos as novas regras e atualizar o corretor ortográfico. Pelo menos o BrOffice já disponibilizou isso, o que a Microsoft ainda não fez.

 

O custo da Reforma Ortográfica

Filed under: Uncategorized — fragmentosmoveis @ 7:12 am
Tags: ,

Apesar da reforma ter sido aprovada internacionalmente em 1991 e sancionada em 2008, só agora os brasileiros começarão a sentir o preço do novo aprendizado na mente e no bolso.

Além de ter que se costumar a escrever 0,5% das palavras de forma diferente, as placas e fachadas terão que ser atualizadas. O prazo é 2012, mas alguns já estão gastando dinheiro agora para a atualização.

O vídeo mostra exemplos práticos das alterações necessárias no comércio e órgãos públicos.

Pelo menos agora não vou mais esquecer que Assembleia e Estreia não têm mais acento, que Ultrassonografia, Seminovos e Autopeças agora se escreve sem hífen.

As próximas providências serão: ter em mãos as novas regras e atualizar o corretor ortográfico. Pelo menos o BrOffice já disponibilizou isso, o que a Microsoft ainda não fez.

 

Mudanças na Língua Portuguesa segunda-feira, 20 agosto, 2007

Filed under: Uncategorized — fragmentosmoveis @ 11:15 am
Tags: ,

Leio hoje que as mudanças na Língua Portuguesa começarão em 2008… é quase um lembrete, pois de fato essa mudança é prometida há tantos anos que eu até já havia esquecido.

O artigo bem útil está no iG Educação e conta que o acordo de unificação e padronização da ortografia dos países de língua portuguesa, que data de 1991, finalmente chega ao seu prazo de realização.

O que mudará, segundo o artigo de Moema Dias:

O alfabeto passa a ter 26 letras, contra 23 de hoje, pois haverá a inclusão do K, do W e do Y.

Acentos agudos deixarão de existir:

  • Para diferenciar. Assim, devemos grafar “para” do verbo parar da mesma maneira como grafamos a preposição “para”. Até hoje este verbo era grafado com acento (Pára). “Pêlo”, como os dos cachorros serão grafados da mesma maneira que “pelo”, a preposição;
  • Em ditongos abertos de palavras paroxítonas (“ei”, “oi”). Desta maneira idéia vira ideia, assembléia vira assembleia, heróica vira heroica e jibóia vira jiboia;
  • Palavras paroxítonas com “i” e “u” tônicos, como feiúra, que virará feiura.

O acento circunflexo também cairá em alguns casos:

  • Palavras paroxítonas terminadas em “o” duplo, como vôo, enjôo, perdôo, abençôo;
  • E verbos em que este acento era utilizado para diferenciar os verbos “crer”, “dar”, “ler”, “ver” e seus derivados.

O hífen deixará de existir quando:

  • A primeira palavra terminar em vogal e a segunda começar com uma vogal diferente. Aero-espacial passará a ser grafado aeroespacial;
  • Quando a segunda palavra começar com “R” ou “S”. Contra-regra vira contrarregra e anti-semita vira antissemita.

Será mantido o hífen quando os prefixos terminarem em “R”, ou seja, “Super”, “Hiper” e “Inter”.

Trema

A famosa queda do trema enfim ocorrerá. Nada mais de lingüiça ou tranqüilidade. O correto passará a ser linguiça e tranquilidade.

O interessante é que já tem gente culpando o presidente Lula pela mudança. Talvez pela menção no texto que diz “O governo já prepara uma licitação para adquirir material didático com as novas regras para 2009.”

Nem levaram em conta que se trata de uma discussão internacional concluída em 1991! Cada um com as culpas que lhes cabem…

 

O Brasil no Digg quarta-feira, 4 julho, 2007

Filed under: Uncategorized — fragmentosmoveis @ 1:06 am
Tags: , ,

Por curiosidade, pesquisei no Digg, site colaborativo internacional, sobre Brazil. Encontrei aproximadamente 1965 posts em 131 páginas.
A primeira observação é que estes posts têm poucos “diggs”, ou seja, baixa pontuação na preferência dos usuários / leitores do site.

Não tenho tempo disponível para fazer uma estatística dos assuntos, mas notei alguns temas recorrentes, que de certa maneira refletem os temas que estão chamando a atenção no exterior sobre o Brasil, tais como:
– Ethanol Deal, referindo-se à visita de Bush
– Dicas de viagem para o Brasil (previsível)
– Futebol, incluindo o Brasil fora da Copa
– A proibição do YouTube no Brasil, desde as razões até a notícia de que não estava mais bloqueado

Outros temas não são muito frequentes, mas chamam a atenção:

– Brazil metro collapse, sobre o desastre na estação de metrô da Linha 4
– A adesão dos brasileiros aos softwares livres, como o Linux
– Google Brazil versus governo brasileiro por causa do Orkut (a questão da recusa em divulgar dados sobre usuários acusados de prática de pedofilia, pornografia e outros crimes)
– Brazil Gay Pride, sobre a Parada do Orgulho Gay
– A intenção da Gol em comprar a Varig (quando ainda era intenção)
– Os ataques do PCC em maio de 2006
– A visita do Papa (sua condenação à política do governo de distribuição gratuita de preservativos, a canonização de Frei Galvão)

Outros são meras curiosidades, como o vídeo mostrando How to make a Caipirinha (como fazer uma caipirinha).